São Paulo| Porto Alegre

Clique e agende sua consulta através do whatsapp:

Barbara Goldoni - Cirurgia Plástica
Top

Procedimentos

Imagem cabeçalho procedimentos corpo

Cirurgia íntima feminina

O que é?

A cirurgia íntima consiste no tratamento da região íntima da mulher, podendo envolver o tratamento do púbis ou monte de Vênus, os pequenos ou grandes lábios vaginais.

São diversos os procedimentos possíveis nesta região:

Ninfoplastia - plástica dos pequenos lábios vaginais, usualmente indicada para mulheres que se incomodam com o volume dos pequenos lábios quando estes são proeminentes, causando volume na calcinha, biquíni ou roupa de academia.

Lipoaspiração do púbis (ou monte de Vênus) - para aquelas mulheres que se sentem desconfortáveis pelo volume do monte de Vênus. Esse pode ser um tratamento para trazer mais confiança na hora de escolher roupas mais justas.

Lifting pubiano - geralmente indicado para mulheres que apresentaram perda de peso significativa, como após a gestação, ou então para aquelas com mais idade, quando a flacidez da região abdominal e pubiana fazem com que o púbis caia. Essa cirurgia devolve não só a estética da região como também tem o potencial de melhorar o prazer feminino nas relações sexuais, já que permite a anteriorização do clitóris, deixando-o mais acessível e sujeito ao toque durante as relações.

Lipoenxertia pubiana e de grandes lábios - também usualmente indicada após significativas perdas de peso ou para pacientes já com sinais de envelhecimento da pele, que por esta razão passam a apresentar perda dos coxins gordurosos abaixo da pele e flacidez da pele. Através da coleta de gordura de outras regiões do corpo da paciente e seu preparo, é possível colocar esta gordura em locais selecionados para que se recupere o volume perdido, restaurando a estética da região íntima.

Clitoropexia - para pacientes que apresentam aumento de volume do clitóris é possível reduzir a parte exposta deste órgão, sem que haja comprometimento da sensibilidade da mulher.

Redução do capuz do clitóris - para mulheres que apresentem excesso de pele acima do clitóris fazendo volume e projetando a região quando do uso de roupas justas, é possível retirar este excesso de pele, diminuindo o volume local.

Bioestimulação de colágeno na região íntima - para pacientes que apresentam flacidez da pele da região íntima, seja no monte de Vênus, ou nos grandes lábios, sem que haja excesso de pele, é possível realizar aplicações de bioestimuladores de colágeno, que podem devolver à pele a elasticidade e firmeza.

Quando está indicada?

Indicada para pacientes com queixas relacionadas à sua região íntima, que podem incluir o aumento de tamanho dos pequenos lábios ou sua assimetria, o tamanho do monte de Vênus, o excesso de pele e flacidez local, entre outras.

Objetivos

Através do tratamento das queixas apresentadas, melhorar o aspecto da região genital da mulher, restaurando sua confiança e autoestima.

Como é a feita a cirurgia e cicatrizes esperadas

Dependente da queixa apresentada.

O tratamento do monte de Vênus pode demandar pequena incisão acima do mesmo para remoção do excesso de pele e sua elevação, ou somente redução do seu volume através de lipoaspiração.

Os pequenos lábios são tratados para redução através de incisões com retirada do excesso de pele, resultando em cicatrizes que se tornam praticamente imperceptíveis após completa recuperação.

Os grandes lábios podem demandar lipoenxertia para restauração de volume perdido com o envelhecimento ou incisões para retirada de excesso de pele em casos com grande flacidez.

A clitoropexia consiste em ocultar parte do clitóris em mulheres com este órgão proeminente.

A bioestimulação de colágeno consiste em tratamento que pode ser realizado no consultório, em que é aplicada medicação que estimula o próprio organismo a produzir mais colágeno para recuperar a firmeza da pele, tratando sua flacidez.

Anestesia

Bloqueio regional ou anestesia local com sedação, dependendo da complexidade do tratamento a ser realizado. A bioestimulação de colágeno é feita no consultório sob anestesia local.

Duração

Uma a duas horas, conforme o tratamento necessário.

Internação

Observação por três a seis horas após o procedimento se procedimento cirúrgico. No caso da bioestimulação de colágeno no consultório, sem restrições ao retorno às atividades usuais.

Cuidados antes e depois da cirurgia

Evitar depilação da região íntima por duas semanas antes do procedimento para evitar lesões ou pelos inflamados, que poderiam levar a infecção após a cirurgia.

No pós-operatório ou pós-procedimento as compressas geladas sobre o local evitam sangramento e reduzem o inchaço.

Beber água e demais líquidos em abundância no período de pós-operatório. A hidratação auxilia a circulação, aumentando a fluidez do sangue, reduzindo os riscos de trombose. A hidratação auxilia também o retorno da função normal do seu intestino.

Recuperação

A dor costuma ser leve, sendo passível de alívio com analgésicos simples.

Após duas semanas da cirurgia é possível retomar atividades leves como a caminhada.

Em geral em duas semanas também é possível voltar a dirigir, e o retorno às atividades físicas que demandam esforços pode ser feito com um mês da cirurgia.