Clique aqui e agende sua consulta - WhatsApp Agenda (51) 99792.8858
Barbara Goldoni - Cirurgia Plástica
Top

Procedimentos

Imagem cabeçalho procedimentos face

otoplastia

O que é?

A otoplastia, ou cirurgia plástica de orelhas, é a cirurgia para correção de orelhas proeminentes ou em abano.

Quando está indicada?

Indicada para corrigir a malformação ou posição das orelhas quando anormalmente afastadas da cabeça.

Objetivos

Corrigir malformações que levam ao apagamento das curvas usuais das orelhas e reposicionar as orelhas em relação ao crânio corrigindo a abertura excessiva.

Como é a feita a cirurgia e cicatrizes esperadas

A otoplastia é feita através de um corte atrás das orelhas, através do qual se trabalha a cartilagem e a pele, que deixa cicatriz discreta e escondida.

Anestesia

Local com sedação ou geral em crianças.

Duração

Uma a duas horas.

Internação

Observação até completa recuperação da sedação, em geral entre três e seis horas.

Cuidados antes e depois da cirurgia

Paciente recebe alta com curativo em capacete, que deve ser mantido em geral por 48h. Após este período o mesmo será retirado, e pode-se tomar banho e fazer higiene com sabonete de glicerina ou shampoo de bebê usado como sabonete líquido, para que se remova eventuais crostas de sangue.

Dormir com a cabeceira elevada por um período de sete a 14 dias para minimizar edema e sangramentos, evitando dormir de lado até liberação médica.

Durante os primeiros sete a 14 dias o paciente deve usar faixa elástica na cabeça ao redor das orelhas por 24 horas. Depois disso, seu uso deve ser mantido por mais 14 a 30 dias para dormir, a fim de conter inchaço e proteger de traumas.

Deve ser evitada exposição ao sol e a banhos de imersão (banheira ou piscina) enquanto houver inchaço, equimoses (roxos) e enquanto a cicatriz não estiver completamente cicatrizada.

Evitar atividades que possam resultar em trauma nas orelhas, o que poderia ocasionar desvios, com perda do resultado obtido durante a cirurgia. Evitar esforços físicos até liberação. Esses cuidados devem se estender por no mínimo seis semanas.

Recuperação

A recuperação costuma ser breve, com dor passível de controle com analgésicos comuns nos primeiros dias.

Após a retirada do curativo em capacete já é possível a volta ao trabalho, contanto que não haja esforços físicos.

Deve-se aguardar um mínimo de 30 a 45 dias para retorno a atividades físicas, e até três meses para esportes de contato.

Veja mais sobre o assunto

Vídeos: